terça-feira, 29 de novembro de 2011

Assim...

Sou eu. Simplesmente eu. Toda eu. Sou certa, sou errada. Sou sim, sou não. A luz e a escuridão. O brilho, a recompensa, a esperança, a descrença. Certezas absolutas que mudam todos os dias. Normalmente louca e loucamente normal. O passo, a coragem, a vitória, o medo, a derrota. A destreza, a beleza, a falta de jeito, o feio. A vontade, a fé, o ceticismo, a dor. A dor...

A inteligência, a infantilidade. A menina que quer colo, a mulher que oferece afago. O desejo da paixão, o medo da desilusão.  A alegria, a raiva. O olhar que encanta, a boca que mata. O ombro amigo, a cabeça confusa. A solidão na multidão, a amizade quando tudo é ilusão. A lágrima de alegria, o sorriso de tristeza. Em lugar nenhum e por toda parte. O começo, o meio, o sem fim. O arremate.

Sou assim.

Mais ou menos assim...



7 comentários:

  1. Penso que todos devem ter auto-crítica...

    Saber quem você é, te faz mais forte e realista..

    Assim, todos saberiam enfrentaras fraquezas, encarar as derrotas, e ser forte para as vitorias..

    Porém, não deveríamos deixar os nosso defeitos, magoarem as pessoas...


    As nossas atitudes, pequenas, magoam muito....

    Principalmente os amigos.....pequenas atitudes, mostram grandes valores....

    ResponderExcluir
  2. Black Ninja (Explosivo)29 de novembro de 2011 04:38

    Sim você é assim! Assim, fascinante, apaixonante, cativante.

    ResponderExcluir
  3. Todos somos assim e meio assim. Cabe aos que nos rodeiam nos gostarem. A vida é um pacote e não tem como separar o bom do ruim. Ou pega-se tudo ou segue-se o rumo. Eu adoro vc do jeitinho que é, sem tirar nem por!


    Beijo do IN_

    ResponderExcluir
  4. É... Somos "metamorfoses ambulantes".
    Um pouco de cada coisa.
    De cada coisa temos um pouco.
    O certo e o errado.
    O yin e o yang
    E, sim, vamos vivendo e aprendendo
    nessa complexidade que somos.

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente... somos metade de cada sentimento, adjetivo... metade da vida.

    Somos o bem, mas também o mau.

    Somos tudo, e às vezes, o nada.

    Concordo com todos que comentaram aqui. E sim, somos realmente uma "metamorfoses ambulantes" como já citaram.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. O importante é ser você Mesmo que seja estranho, seja você...

    é tenho que concordar com o comentário acima:

    "Todos somos assim e meio assim. Cabe aos que nos rodeiam nos gostarem. A vida é um pacote e não tem como separar o bom do ruim. Ou pega-se tudo ou segue-se o rumo. Eu adoro vc do jeitinho que é, sem tirar nem por!"

    falou tudo!!

    te amo amiga!!!
    Saryna

    ResponderExcluir
  7. Sério. Onde compro o manual dessa mulher?

    ResponderExcluir